10/05/2017 às 22:27:45 - Atualizado em 10/05/2017 ás 22:27:45 Imprimir

A forma como cultivamos nosso próprio alimento vem sendo aprimorada com o passar dos anos e cada vez mais a tecnologia ajuda nessa tarefa. A hidroponia é uma dessas técnicas e, além de oferecer uma alimentação mais saudável, ela não utiliza o solo durante o cultivo.

O especialista em agricultura orgânica, Thiago Tadeu Campos, explica que a técnica da hidroponia deixa o alimento mais rico em nutrientes, além de ser livre de agrotóxicos. Não usar o solo é uma alternativa que valoriza mais o alimento, já que ele fica em contato direto com os nutrientes, que não são dispersos pela terra.

Cultivo hidropônico

 



Nesse sistema, as plantas são suspensas em uma mistura de água com nutrientes, ou então são apoiadas em substratos inertes, que funcionam como uma sustentação para a planta. Uma característica é que não são necessários grandes espaços para o cultivo, podendo ser em escala domiciliar ou comercial.

 
Reprodução
Reprodução



Sistema semi-hidropônico

Essa é a forma mais prática, com pequenas porções de substrato inerte ensacadas, que são umedecidas através de um sistema de irrigação interno. Esse substrato pode ficar apoiado em cavaletes ou palanques, mantendo o local organizado. Esse sistema é ideal também para plantar orquídeas.

Vantagens da hidroponia

Essa forma de plantar, além evitar o uso de pesticidas, utiliza menos água durante o crescimento das verduras, conseguindo manter ainda mais nutrientes que uma verdura comum.

Vantagens da Semi-Hidroponia

Já a plantação semi-hidropônica tem a presença do substrato inerte. É importante pois, é através dele que os produtores conseguem monitorar principais propriedades do solo. O substrato serve como parâmetro para saber quais nutrientes aquela planta necessita mais e quais ela não está utilizando. Seu monitoramento não precisa ser tão constante, facilitando ainda mais sua administração.

(Fonte: Ciclo Vivo)