09/06/2017 às 18:30:08 - Atualizado em 09/06/2017 ás 18:30:08 Imprimir

Como cultivar milho hidropônico para alimentação animal.

grey Como cultivar milho hidropônico para alimentação animal

No cultivo do milho hidropônico, para alimentação animal, é usado um material vegetal seco como substrato.

A hidroponia é usada para produção de hortaliças e flores em escala comercial, principalmente, nas proximidades dos grandes centros urbanos, onde as terras agricultáveis são escassas e caras e há demanda por esses produtos agrícolas. Dentre as vantagens da hidroponia, estão a maior produtividade, a menor necessidade de mão-de-obra, a redução dos ciclos de produção das culturas e a não-necessidade de ter solos férteis disponíveis. A hidroponia pode ser praticada de inúmeras maneiras, além do uso para produção de alimentos humanos e flores, essa técnica mostra seu valor na produção de alimentos para animais.

O cultivo do milho hidropônico surgiu como mais uma alternativa para obtenção de volumoso de qualidade, com alto valor energético e proteico, para alimentação animal. O milho hidropônico é altamente palatável e atende às necessidades de manutenção do gado leiteiro e de corte e, também, poderá ser destinado à suplementação alimentar de aves, equinos, suínos, peixes, ovinos e caprinos. Poderá, também, ser fornecido a animais de elite, como o gado leiteiro com produção acima de 20 kg de leite por dia, gado de corte em regime de confinamento intensivo e cavalos de raça.

O sistema de produção é muito simples e de fácil compreensão e pode ser usado em qualquer época do ano e em qualquer região do país. O cultivo de milho hidropônico para forragem dispensa agrotóxicos, tem alta produtividade, ciclo curto e contínuo. O resultado é rápido, em cerca

de 35 dias após a semeadura o milho está no ponto para ser fornecido aos animais. Essa rapidez torna o milho hidropônico uma excelente alternativa, especialmente nos períodos de seca prolongada. Além disso, o custo de produção é muito baixo, quando comparado com as alternativas existentes, como a silagem de milho e o feno de plantas de alto valor proteico, o que aumenta a viabilidade desse sistema.

Resultado de imagem para milho hidroponico

Por que plantar milho pelo sistema de hidroponia?

Resultado de imagem para milho hidroponicoO plantio de milho no sistema de hidroponia é uma técnica que dispensa a utilização de terra ou mesmo de solos férteis e utiliza como base sólida o bagaço de cana, palha de arroz e o capim napier. Nessa base sólida, também chamada de substrato, a planta se desenvolve e é irrigada por uma solução nutritiva.  No cultivo do milho hidropônico, para alimentação animal, é usado um material vegetal seco.

O sistema de produção de milho por hidroponia além de ser simples e de fácil compreensão, dispensa o uso de agrotóxicos e pode ser usado em qualquer época do ano e em qualquer região do país e tem como uma das suas vantagens o fato de ser uma alternativa de cultura de baixo custo.

De acordo com Márcia Denicol, em artigo da Revista Hidroponia, “na técnica hidropônica, as plantas são apoiadas e crescem em calhas ou tubos plásticos, por onde é bombeada a solução nutritiva, alimentando as raízes com nutrientes. É possível produzir em níveis verticais, aproveitando melhor o espaço e aumentando a produção para uma mesma área; o espaçamento entre as plantas é menor, produzindo mais por metro quadrado”.

O cultivo do milho no sistema de hidroponia surge como uma alternativa para uma maior qualidade em valor energético e protéico dessa hortaliça para a alimentação de animais, como gado leiteiro e de corte, aves, suínos, peixes, ovinos, caprinos e equinos. Como alimento desses animais, o milho hidropônico é uma forragem altamente palatável e nutritiva.

Além disso, o cultivo dessa hortaliça por hidroponia é vantajoso porque tem alta produtividade, ciclo curto e contínuo e menor necessidade de mão-de-obra.  A rapidez do ciclo (35 dias após o plantio, o milho já está pronto para servir de alimentos aos animais) torna o milho hidropônico uma excelente opção, especialmente em período de seca prolongada.

“As vantagens da hidroponia na produção de hortaliças, se comparada ao cultivo no solo, são diversas: menos volume de água, área 10 vezes menor e baixíssimo uso de defensivos agrícolas nos cultivos. As hortaliças têm maior durabilidade, melhor qualidade e produtividade”, reforça Márcia Denicol, em artigo da Revista Hidroponia.

Outra vantagem é que esse sistema garante uma produção de forragem de qualidade durante o ano todo, inclusive, no período seco, onde a maioria das regiões brasileiras não dispõe de alimentação suficiente para os animais. O uso da forragem hidropônica como fonte suplementar pode ainda aumentar a produção animal, devido ao alto teor nutricional que garante aos animais.

Imagem relacionadaResultado de imagem para milho hidroponico